Português
posted by

Reconhecido no mundo dos violões, o luthier Lineu Bravo fala sobre a descoberta do talento musical, define o que o violão representa para ele, comenta quem são os músicos que admira e finaliza com o perfil dos músicos que compram seu violão. Confira!

1 – Como foi descobrir o talento de ter um ouvido musical aguçado?

Lineu Bravo: Eu não sei teoria musical, não sei ler partitura, nunca tive aula dessas coisas. Eu sempre toquei de ouvido. Meu grande mecanismo de fazer música, de pegar um instrumento e tocar, é lembrar daquilo que eu ouvi. Eu colocava a fitinha para tocar, ia ouvindo nota por nota e reproduzia aquilo no meu instrumento. Eu imagino que o meu ouvido musical vem de eu ter nascido e passado toda minha infância ouvindo minha mãe cantando.

2 – Defina em algumas palavras o violão:

Lineu Bravo: Vou definir em uma: mistério.

Violão de Lineu Bravo - Foto: Bruno Carvalho Urzua Aguilera

3 – Quais músicos você admira?

Lineu Bravo: Eu admiro todo mundo que se propõe a pegar um violão, estudar o instrumento, tentar entender quais as possibilidades que ele tem e começar a tocar. Pode ser o violão ou qualquer outro instrumento.

4 – Qual é o perfil dos músicos que compram seu violão?

Lineu Bravo: Praticamente, todos os meus clientes são meus amigos. Eu sou suspeito para falar. São pessoas que estão elevando a cultura nacional, estão levando a música brasileira para um patamar muito superior.

A música brasileira vive dando saltos, pelo ponto de vista artístico e mercadológico, como aconteceu na época de Carmem Miranda nos anos 40, da Bossa Nova no final dos anos 50 etc. Saltos que projetaram o Brasil de uma maneira fantástica, com propostas novas, qualidade nova e um apelo maravilhoso. E isso está acontecendo agora com a qualidade técnica e artística dos músicos brasileiros, principalmente dos violonistas.

Há escolas no exterior especializadas em estudar música brasileira, em estudar violão brasileiro. A música brasileira nunca esteve tão bem colocada, no entanto, precisa ainda ser melhor remunerada.

– Não perca na semana que vem a continuação desse bate-papo com o luthier Lineu Bravo. Mais novidades no Facebook do artesão de Taubaté

Entrevista cedida à repórter Mayara Fujikake

3 thoughts on “Bate-papo com o luthier Lineu Bravo – Parte 1

  1. Lineu, hoje dia 26 de junho/14, estou lhe enviando via sedex as tarraxas graf e lhe pedindo que finalize meu violão com escala elevada e a 20º casa p/ o dó e todo em veniz fosco com o acabamento peculiar de sua arte. Quando as tarraxas chegarem a você te peço que me confirme para eu ficar tranquilo de que chegou e quando o violão estiver pronto me avise, acertarei a diferença restante e irei apanha-lo pois de Taubaté , esticarei até Campos do Jordão, aquele abraço, andre

  2. Pingback

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>