Português
LinkedInPinterestEmail

Como uma parceria entre dois profissionais pode fazer a diferença no mundo da música?

Um criativo violonista e um luthier uniram seus talentos em busca de algo novo e que pudesse transcender o belo em sonoridade no violão com o objetivo de resgatar um instrumento que havia estagnado no passado. Estamos falando da construção do violão sete cordas Lineu Bravo modelo Rogério Caetano como uma homenagem ao lendário Horondino José da Silva, conhecido como Dino Sete Cordas. “Porque o Dino é o cara, o pedestal disso tudo. Esse instrumento estava meio esquecido e Rogério Caetano deu essa reavivada. De certa forma, não é só uma referência, mas uma reverência ao Dino Sete Cordas”, diz Lineu Bravo.

O violão sete cordas Lineu Bravo modelo Rogério Caetano é uma homenagem ao lendário Dino Sete Cordas

O violão sete cordas Lineu Bravo modelo Rogério Caetano é uma homenagem ao lendário Dino Sete Cordas

Um pouco de história: Dino Sete Cordas

Diferentemente dos violões utilizados pelos solistas, que são normalmente os violões de corda de nylon, Dino Sete Cordas utilizava o de cordas de aço. Fundador de uma escola de acompanhamento, ele criou uma maneira de tocar com uma sonoridade muito característica. Alguns exemplos: quase obrigatoriamente esse violão é tocado com dedeira (não só com as unhas), alguns elementos da sonoridade são mais marcantes, além de ser um violão que se faz mais presente no acompanhamento. Porém, no final dos anos 70, os acompanhadores passaram a usar o violão sete cordas de nylon e o violão sete cordas de aço passou a ficar em segundo plano.

Resgate do violão sete cordas de aço

Em 2010, entraram em cena Rogério Caetano e Lineu Bravo, dois feras que fizeram a diferença com um novo violão de aço, inspirados no violão de Dino Sete Cordas. “Rogério queria o violão que desse aquele sabor, aquele cheiro do violão do Dino, que tivesse uma qualidade, em termos de afinação, em termos de tocabilidade, de equilíbrio, de sonoridade. Rogério Caetano resgatou esse tipo de violão e é responsável por essa forte difusão. Todo mundo está voltando a tocar, como os acompanhadores, muito em função do trabalho do Rogerinho”, relata o luthier Lineu Bravo sobre um dos principais violonistas de sete cordas do Brasil.

O processo de construção desse violão de cordas de aço, que se destaca principalmente em grupos de samba de choro, demorou cerca de um ano. Os dois criaram em parceria o violão sete cordas de aço brasileiro Lineu Bravo modelo Rogério Caetano.

Segundo Rogério Caetano, a criação é um marco no Brasil e no mundo. “O violão sete cordas de aço, feito pelo meu amigo Lineu Bravo, estabelece de forma definitiva um padrão de altíssimo nível para esse nosso instrumento tão brasileiro. Fico muito feliz por esse modelo levar o meu nome e por saber que esse violão de aço ainda tem muito o que dizer na história da nossa música, ainda mais agora com um instrumento dessa categoria”, afirma Rogério Caetano.

Rogério Caetano brilha ao lado do violonista e compositor Yamandu Costa e o multiinstrumentista e lenda viva Zé Menezes

Rogério Caetano brilha ao lado do violonista e compositor Yamandu Costa e o multiinstrumentista e lenda viva Zé Menezes

Por Mayara Fujikake

- Site de Rogério Caetano e matéria no Estadão

- Veja também curiosidades sobre luthieria nos vídeos de Lineu Bravo no YouTube

- Mais novidades no Facebook de Lineu Bravo 

7 thoughts on “Violão sete cordas de aço Lineu Bravo modelo Rogério Caetano

  1. Pingback

  2. Pingback

  3. SOU VIOLONISTA DE 7 CORDAS, INTEGRANTE DE UM GRUPO CHAMADO “CHORAMIGO”, TENHO DOIS VIOLÕES DE 7, UM VIOLÃO DO LUTHIER LÚCIO JACOB E OUTRO JB.
    GOSTARIA DE TER UM LINEU BRAVO modelo ROGÉRIO CAETANO.
    COMO FAÇO?

  4. Pingback

  5. Impressionante a história, a dedicação e arte desses experts e virtuosos. Pena que são poucos neste país de avacalhação musical.

  6. Todos os violões do lineu bravo são ótimos , são violões de concerto, tanto para a música erudita como para a música popular de alta qualidade , sendo assim os violões de 6 cordas ou os de 7 cordas são um sonho para qualquer violonista concertista internacional ou nacional .
    O modelo sete cordas rogerio caetano é uma preciosidade , mais tambem conheci o violão de 6 cordas do lineu bravo que o joão lyra toca e fiquei muito feliz de poder ver e tocar neste violão , espero um dia tambem poder comprar um .

    sem mais, muito obrigado .

    Antonio Carmo , pianista arranjador e violonista.

  7. Pingback

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>