Português
LinkedInPinterestEmail

Na década de 1940, o ritmo passa a ser sinônimo de brasileiro

O samba, gênero musical brasileiro mais conhecido do mundo, tem origem nas estruturas musicais europeias e africanas, mas tomou conta do país com os símbolos da cultura negra.

O termo foi mencionado pela primeira vez em 1838, em um jornal pernambucano chamado “O Carapuceiro”. No Rio de Janeiro, a palavra passa a ser conhecida somente no final do século XIX, sempre ligada aos festejos rurais, ao universo negro, e à Bahia.

Print

A consolidação de um ritmo

Esse gênero musical foi tomando forma com características urbanas, mestiças e cariocas, e, assim, foi desenhando-se, com instrumentos de percussão, para posteriormente, ser consolidado como o principal ritmo musical do Rio.

A expansão do gênero deu-se com ajuda de dois fatores: a recém-inaugurada radio difusão e os incentivos ao carnaval das escolas naquela época.

Na década de 1940, o ritmo passa a ser sinônimo de brasileiro e ganha status e fama internacional. Atualmente, o mundo vê o Brasil como berço do carnaval.

O termo “samba” criou sólidas raízes, e, por consequência, surgiram várias ramificações etimológicas, alguns exemplos: samba-choro, samba de terreiro, samba-enredo, samba de gafieira, samba-rock, entre muitos outros.

Os compositores pioneiros desse gênero construíram o que podemos chamar de legado cultural, alguns deles: Jozé Luiz de Moraes, o Caninha (mais antigo sambista da primeira leva), Heitor dos Prazeres e a Santíssima Trindade da música brasileira (como definiu Martinho da Vila): João da Baiana, Pixinguinha e Donga.

O Dia Nacional do Samba é comemorado em 2 de dezembro e foi criado em homenagem a Ary Barroso, pela composição da música “Na Baixa do Sapateiro”. Inicialmente, a data era festejada apenas na capital baiana, mas acabou se tornando nacional.

Fonte: Almanaque do samba: A história do samba, o que ouvir, o que ler, onde curtir.

- Mais novidades no Facebook Lineu Bravo Luthier

- Conheça o instagram do Lineu Bravo Luthier

- Novidade: Twitter Lineu Bravo Luthier

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>